Atuais campeões brasileiros, dupla mineira/catarinense terminou uma etapa em segundo e abandonou a outra

Atuais campeões brasileiros de Rally de Velocidade, o piloto mineiro Victor Corrêa (Unifenas) e o navegador catarinense (Itajaí) Maicol Souza não saíram do Erechim Rally Brasil comemorando a vitória, como no ano passado. Na maior e mais importante competição da modalidade no país, realizada de sexta-feira (31/5) até o último domingo (02/6) em estradas de terra dos municípios de Erechim, Paulo Bento e Barão de Cotegipe, no norte do Rio Grande do Sul, eles terminaram a terceira etapa do certame nacional em segundo e abandonaram a quarta etapa.
Na disputa da terceira etapa do Campeonato Brasileiro, Corrêa/Souza foram cautelosos, pensando na manutenção da liderança na tabela de pontuação e terminaram o sábado em segundo, apenas 19s20 atrás dos gaúchos Evandro Carbonerra/Juliano Gracioli. “Foi um bom dia. Andamos bem e ganhamos duas Especiais. Estava muito molhado na primeira parte do dia, então foi complicado. Mas conseguimos um bom resultado, bom para manter a ponta do campeonato”, comemorou Victor Corrêa.
Na quarta etapa, no domingo, para o complemento das 12 Especiais com mais de 150 quilômetros de trechos cronometrados, as coisas se complicaram para a dupla que venceu esta prova em 2018. Depois de assumirem a liderança do Rally, eles foram obrigados a abandonar. “A prova estava bem disputada e precisamos puxar um pouco mais forte. Deu errado. E como sabemos, em Erechim qualquer erro é fatal. Uma curva mal calculada por mim, toquei no barranco e entalei na valeta”, contou o piloto de Alfenas, sul de Minas Gerais.
“Uma pena, pois estávamos liderando o Rally e estávamos praticamente na última perna da prova. Mas é assim, são coisas de rally. Já fazia seis rallyes seguidos que não cometíamos um erro. Naturalmente que uma hora ia acontecer, e a hora foi agora”, completou o atual campeão brasileiro da categoria RC5. A vitória ficou novamente com Evandro Carbonerra/Juliano Gracioli voltaram a vencer.
A terceira rodada dupla do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade será realizada de 26 a 28 de julho, em Lençóis Paulista (SP). “Como em quatro etapas foram três duplas vencedoras, o campeonato está embolado. Vamos começar a nos preparar o Rally de Inverno, onde vencemos as duas etapas no ano passado e demos a grande arrancada para o título. Quem sabe repetimos a dose e caminhamos em direção ao bicampeonato”, espera o navegador catarinense de Itajaí.
Resultado da terceira etapa do Brasileiro de Rally de Velocidade (RC5): 1) Evandro Carbonerra/Juliano Gracioli, 1h15min42s00; 2) Victor Corrêa/Maicol Souza, 1h16min01s20; 3) Luiz Afonso Poli/Damon Alencar, 1h16min43s40; 4) Luiz Gustavo Loepper/Bruno da Luz, 1h18min05s90; 5) Joel Kravtchenko/Robson Schuinka, 1h23min22s20.

Resultado da quarta etapa do Brasileiro de Rally de Velocidade (RC5): 1) Evandro Carbonerra/Juliano Gracioli, 2h03min49s20; 2) Luiz Gustavo Loepper/Bruno da Luz, 2h07min55s40; 3) Joel Kravtchenko/Robson Schuinka, 2h19min57s10.