Anita Garibaldi – “Heroína dos Dois Mundos” primeira parte sua história em vídeos

Vamos contar a história de Anita Garilbaldi aqui no site em duas partes, nesta primeira parte apresentando dois vídeos do canal Beunas Ideias de Eduardo Bueno, com link no final da matéria e num segundo momento com textos da escritora Elma Sant’Ana.

   Anita Garibaldi

 

Ana Maria de Jesus Ribeiro, mais conhecida como Anita Garibaldi foi uma revolucionária, conhecida por seu envolvimento direto na Revolução Farroupilha e no processo de unificação da Itália, junto com o revolucionário e marido Giuseppe Garibaldi. Por esse motivo, é conhecida como a “Heroína dos Dois Mundos”

 

 Eduardo Bueno (Peninha)

Eduardo Bueno é um jornalista, escritor e tradutor brasileiro. Iniciou a sua vida profissional aos dezessete anos, como repórter do jornal gaúcho Zero Hora, onde ganhou o apelido de “Peninha”, mesmo nome do personagem da Walt Disney Productions que trabalha no jornal A Patada. Peninha, em seu canal do YouTube, o Buenas Ideias, tem apresentado a série “Não vai cair no ENEM” que trata de temas relacionados à História do Brasil discutidos na Coleção Brasilis. Eduardo participa juntamente com Marcelo Madureira no programa “Contraditórios” do canal Pa
ssaralho.

Elma Sant’Ana

A INFÂNCIA DA FUTURA LENDA

A menina da infância de pés descalços, filha do tropeiro Bento Ribeiro da Silva – o Bentão, como era conhecido – e de Maria Antônia de Jesus Antunes, cresceu no meio de uma numerosa família. ANA tinha 9 irmãos: Felicidade, Manoela, Manoel, Sissilia, Francisco, Bernardina, Antonia, João e Salvador! Com Felicidade, ela dividia a responsabilidade de cuidar dos irmãos menores, enquanto a mãe ia trabalhar nas casas das famílias ricas de Laguna, para ganhar o sustento da família – ficara viúva muito cedo. Mas Ana Maria ou Aninha era uma menina graciosa, esperta, com um olhar muito expressivo, cabelos longos e negros. Quando sua irmã Felicidade com apenas 15 anos se casou, indo morar no Rio de Janeiro, grande parte destas responsabilidades caíram sobre os ombros da pequena Aninha – que ainda era uma criança de pouco mais de dez anos. Nem poderia imaginar que vinte anos depois, se tornaria a heroína das lendas dos dois continentes !

Texto de abertura do Livro “Meu nome é Anita” de Elma Sant’Ana,
Elma Sant’Ana é gaúcha de Triunfo radicada em Porto Alegre, professora, escritora e pesquisadora das coisas do Riogrande, dedica-se entre outros temas a mulher sendo no estado a maior conhecedora de personagens como Anita Garibaldi, tem livros publicados sobre o tema e lidera há três décadas o grupo de Anitas com atuação no estado e fora dele.
Elma Sant’Ana, 30 livros publicados nas áreas de pesquisa de folclore, história, biografia, entre eles: “A Mulher na Guerra dos Farrapos”, , “Minha Amada Maria – Cartas dos Mucker”, “Garibaldi em São José do Norte – a luta pelo porto”, “ O Folclore da Mulher Gaúcha” ,” O Folclore da Menstruação”, “ Arvorezinha – 50 Anos”, entre outros. Idealizadora e presidente do Instituto Giuseppe e Anita Garibaldi.
elmasantana@hotmail.com