Em jornada muito equilibrada, líder da classe 4.0 sai em quarto no grid da principal divisão, enquanto seu irmão aposta em boa largada para assumir a ponta na 3.8

A sexta-feira trouxe boas notícias para os pilotos da Academia Shell nos treinos classificatórios para a terceira etapa da Porsche Cup no Velo Città. Felipe Baptista garantiu o segundo lugar na classe 3.8 enquanto seu irmão mais velho, Vitor Baptista ficou com o quarto tempo na 4.0.
Pela divisão 3.8, Felipe Baptista fez um ótimo tempo no início da primeira sessão e conseguiu poupar equipamento para a disputa da pole no Q2.
No top 10, o mais jovem vencedor de corridas de Gran Turismo na história mostrou estar adaptado a corridas de carros e assegurou um lugar na primeira fila com uma ótima segunda colocação, após disputar durante todo o treino a pole position.
Já seu irmão mais velho, Vitor Baptista precisou de apenas duas voltas para marcar o sétimo tempo e garantir seu lugar no top 10, parte que define a pole para a largada da corrida um.
No trecho decisivo do quali, o piloto da Academia Shell tentou de todas as formas conseguir o tempo mais rápido, mas não conseguiu. Com o carro mais pesado do grid, o atual líder da classe 4.0 anotou o quarto tempo e garantiu uma posição na segunda fila do grid.

As provas acontecem neste sábado (01) com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

No trecho decisivo do quali, o piloto da Academia Shell tentou de todas as formas conseguir o tempo mais rápido, mas não conseguiu. Com o carro mais pesado do grid, o atual líder da classe 4.0 anotou o quarto tempo e garantiu uma posição na segunda fila do grid. A marca que registrou com o Porsche #120 foi mais rápida que o tempo da pole position da Stock Car nesta mesma pista há um mês.

As provas acontecem neste sábado (01) com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

O que eles disseram:

“A classificação foi muito boa. No Q1 não usamos pneu zero, usamos um pneu mais gasto. No Q2, colocamos o pneu zero, e acabei errando na minha volta rápida. Os dois erraram na volta, mas o Enzo e eu somos os principais concorrentes para amanhã, estamos mais rápidos do que os outros, até mesmo o Iorio, que é um dos principais concorrentes, ficou 0s5 atrás. A corrida vai ser muito pegada entre o Enzo e eu, o ritmo de corrida dos dois está muito próximo, é preciso um aproveitar o erro do outro para abrir vantagem ou conseguir passar. Na largada é tentar dar uma arriscada e tentar assumir a liderança porque é muito difícil passar. O planejamento é tentar ir para a frente na largada.”
Felipe Baptista

“Fiquei impressionado com o tempo dos quatro primeiros, ainda mais pela temperatura ter baixado. O quarto lugar é uma boa colocação par alargar amanhã, sabemos que é uma pista difícil de ultrapassar, mas vamos para cima. Vou tentar largar de forma agressiva, tomando cuidado com os acidentes. Vamos para cima, temos um carro bom para a corrida.”
Vitor Baptista

Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Atendimento Shell Racing na Porsche Cup- Paulo Giamarusti