Série de corridas festivas resgata pista de kart em Caxias do Sul

Provas deste sábado terão coordenação técnica da Motortech Competições e farão parte da programação alusiva à Festa da Uva 2016
 
O calendário de eventos alusivos à Festa da Uva 2016 de Caxias do Sul vai contemplar, também, as competições de velocidade. A programação deste sábado (31) no pavilhão da festa – marcada para entre 18 de fevereiro e 6 de março do ano que vem – prevê a disputa de quatro corridas de kart. O traçado é o mesmo que desportistas gaúchos construíram em 1982 dentro do complexo onde visitantes de vários estados participarão da Festa da Uva.

“Vamos reavivar a pista de kart de Caxias do Sul para um evento festivo de kart”, diz Adilson Morari, chefe de equipe da Motortech Competições, que atua no Campeonato Brasileiro de Turismo, considerada categoria de acesso à Stock Car, com os pilotos gaúchos Márcio Campos e Gabriel Robe. “Estamos providenciando a montagem da pista, delimitando o traçado original com pneus e vamos dar todo o suporte técnico ao evento”, informa Morari.

 O desafio de kart é uma iniciativa conjunta da Motortech Competições, do comitê organizador da Festa da Uva e das secretarias Municipal do Esporte e Lazer e Estadual de Turismo, Esporte e Lazer. Serão quatro corridas. Uma vai reunir pilotos que fizeram história no automobilismo gaúcho entre os anos 70 e 90; outra terá pilotos gaúchos ainda em atividade; a terceira confrontará autoridades municipais e estaduais; a última será para convidados e jornalistas.

 A prova reservada aos ex-pilotos de Caxias do Sul e região contemplará pelo menos 16 nomes. A lista dos participantes confirmados destaca Abramo Mazzochi, André Klein, André Rebechi, Caco Rossi, Fernando Ferraro, Francisco Anguzolli, João Otávio Zanettini, Jorge Fantinel, José Carlos Rossi, Luiz Fernando Tadeucci, Marcos Ozelame, Odilar Kovalchini, Patrícia Souza, Paulo Cancian, Ricardo de David e Valmir Consert.

 Após o evento festivo todas as atenções da Motortech Competições vão se voltar à penúltima etapa do Brasileiro de Turismo, que será disputada no dia 8 de novembro no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão (RS). A equipe tem participação viabilizada pelo governo do Rio Grande do Sul através do PróEsporte. Tecnovidro, Casavitra, Viemar, Roal, Agrale, Biri Refrigerantes e Zezé Biscoitos são empresas parceiras da iniciativa.
 
 
 na final da Seletiva em São Paulo

Doze atletas do Time Petrobras participarão do evento, que acontecerá na final da 17ª edição da Seletiva de Kart Petrobras

A final da 17ª edição da Seletiva de Kart Petrobras, dia 4 de novembro, no kartódromo Granja Viana, em São Paulo, terá a presença especial de 12 atletas do Time Petrobras que participarão de uma corrida especial com pilotos da Stock Car, GP2, F-3, ex-campeões da competição.

 Entre os convidados estão Flávia Figueiredo (boxe), Karina Lakerbai (esgrima), Yane Marques (pentatlo moderno), Larissa e Talita (vôlei de praia), Gabriel Moraes (remo), Mayra Aguiar (judô), Serginho (vôlei), Marcus Vinícius D´Almeida (tiro com arco) e Ângelo Assumpção (ginástica artística). O atleta paralímpico Daniel Dias (natação) também está confirmado.

 Para acelerar com estas estrelas, a organização da Seletiva de Kart Petrobras convidou outras feras das pistas: Max Wilson (campeão da Stock Car), Ricardo Maurício (bicampeão da Stock Car), Lucas Foresti (Stock Car), Rafael Suzuki (piloto da Stock Car e campeão da Seletiva em 2007), Tuka Rocha (Stock Car), Felipe Giaffone (Fórmula Truck), João Vieira (campeão da Seletiva em 2012), Pietro Rimbano (campeão da Seletiva em 2014), André Negrão (GP2) e Vitor Baptista (líder da Euro Formula Open).

 Enquanto os atletas olímpicos e pilotos participam da ação, os 12 kartistas finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2015 estarão na briga pelo maior prêmio da modalidade no país. A programação da final começa no dia anterior (terça, dia 3/11).

 Os pilotos que disputam o título da competição são: o gaúcho Bruno Bertoncello, o carioca Zaiya Fontana, os paulistas Gabriel Sereia, Gaetano di Mauro, Murilo della Coletta, Luiz Matheus, Juan Vieira e Vinícius Papareli, os goianos Luiz Branquinho e João Rosate, o paraibano Sérgio Crispim e o amazonense Gabriel Silva.

 Com idade entre 15 e 18 anos, eles foram selecionados ao longo da temporada dentro os principais campeonatos regionais e nacionais do Brasil. Três pilotos serão premiados na final. O campeão receberá uma premiação em dinheiro e, ao lado dos outros dois vencedores, participará de um programa de orientação, que inclui teste com a equipe Koiranen GP de Fórmula Renault na Europa, treino em simulador de Fórmula 1, participação no Mitsubishi Racing Experience no Brasil, entre outros.

 Petrobras e o esporte
 A Petrobras apoia, desde 2011, o boxe, a esgrima, o levantamento de peso, o remo e o taekwondo, e, desde 2013, patrocina o judô brasileiro. Em julho a empresa anunciou a formação do Time Petrobras, composto por um grupo de atletas de 15 diferentes modalidades, incluindo, ainda, representantes das seis modalidades que já contavam com patrocínio. O objetivo é a busca por resultados nas competições.

 A Petrobras sempre foi parceira do esporte brasileiro incentivando e desenvolvendo a prática em suas diversas manifestações. Atualmente patrocina o esporte por meio do Time Petrobras e do Programa Petrobras Esporte Motor, que usa as competições como laboratórios para seus produtos. Mais informações sobre o Time Petrobras na página: www.timepetrobras.com.br.

 Prova de Kart - Time Petrobras
 Quando: 4 de novembro (quarta-feira), às 12h
 Onde: Kartódromo Granja Viana - R. Tomás Sepé, 443 - Jardim da Gloria, Cotia (SP)

Seletiva de Kart Petrobras - Criada em 1999, com o patrocínio da Petrobras e Petrobras Distribuidora, a Seletiva foi composta por quatro etapas classificatórias em 2015, realizadas dentro dos principais campeonatos regionais do país. Doze pilotos foram selecionados para a grande final, onde competirão em condições de igualdade. Participam do torneio kartistas entre 15 e 18 anos. Desde 2012, ex-campeões não podem defender seus títulos. Em média, aproximadamente 110 pilotos tentam a vaga na final da Seletiva por ano e, em 16 anos, quase 200 já estiveram disputando a final.

 Considerada uma referência entre os kartistas do Brasil, a Seletiva de Kart Petrobras é reconhecida (desde 2001) como evento oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Comissão Nacional de Kart (CNK).

 Além da maior premiação em dinheiro do kartismo nacional, a Seletiva de Kart Petrobras contemplará três competidores com a participação em um programa de orientação de pilotos, que inclui um teste com simulador de F-1 na Europa, um teste com uma equipe do automobilismo de base europeu, com a orientação de um coach, acompanhamento físico e psicológico, experiência com carros de turismo no Brasil, palestra sobre marketing e media training. A premiação total - somando todas as ações - chega a 250 mil reais. O campeão receberá 64 mil reais em dinheiro.

 Os finalistas disputam o título com chassis fornecidos pela fabricante Bravar.

 Classificados 2015:
 Bruno Bertoncello (RS)
 Zaiya Fontana (RJ)
 Gaetano Di Mauro (SP)
 Murilo della Coletta (SP)
 Luiz Matheus (SP)
 Luiz Branquinho (GO)
 Gabriel Sereia (SP)
 Sérgio Crispim (PB)
 João Rosate (GO)
 Vinícius Papareli (SP)
 Gabriel Silva (AM)
 Juan Vieira (SP)

 

Decisão do Brasileiro de Drift será em Brasília

O autódromo Nelson Piquet, em Brasília, será o palco da decisão do Brasileiro de Drift. Nos dias 21 e 22 de novembro, o circuito vai sediar a quinta e última etapa do campeonato que tem o catarinense Márcio Kabeça na liderança, com 216 pontos, quatro de vantagem sobre seu adversário mais próximo, o brasilense Vitor Jatobá. O campeão da temporada ganha um carro.
 
Este não será o único prêmio em disputa na capital federal. Na competição organizada pela Podium Race Events, o vencedor de cada etapa recebe R$ 8 mil. O segundo colocado ganha um cheque de R$ 4.200,00 e o terceiro colocado, R$ 1.500,00. Como o vencedor de cada disputa também recebe 60 pontos, o terceiro colocado Sérgio Hanazono, com 162 pontos, é outro que está na briga pelo título.
 
Será a segunda vez, este ano, que Brasília vai receber a competição. A primeira foi no Ferrari Kart, em abril. Naquela oportunidade, o dono do degrau mais alto do pódio foi Kabeça. Piloto dos show s de pilotagem do Beto Carrero World, o catarinense venceu três das quatro disputas realizadas este ano.
 
Jatobá, que aos 17 anos já se tornou uma das atrações da competição, foi o vencedor da etapa seguinte, no Espírito Santo. O brasiliense, que começou a competir de kart aos 12 anos e descobriu as emoções do Drift nos games e simuladores é uma real ameaça à pretensão de título do catarinense.
Ingressos para a decisão do Brasileiro de Drift já estão à venda na Mult Rodas Terraço Shopping. Arquibancada custa R$ 20,00. Camarotes com direito a open bar podem ser adquiridos, antecipadamente, por R$ 80,00. No dia sobe para R$ 100,00.

O campeonato tem o patrocínio da Motul Motor Oil, Achilles Pneus, Sparco e Go Tube.

Crédito Foto: Tiago Pavan

Jorge Velloso

Copa Petrobras de Marcas desperta interesse de novos pilotos

Qualidade do grid, segurança e desempenho do carro, além do evento que cerca cada etapa, são alguns dos atrativos da principal competição multimarcas do país

Corridas extremamente disputadas, equilíbrio de forças, pilotos de alto calibre, carros com 300 cavalos de potência e um campeonato que se encaminha ao final tendo nove competidores com chances de título. A Copa Petrobras de Marcas reúne todos estes ingredientes que saltam aos olhos do fã de velocidade e desperta o interesse também de pilotos, que passam a querer participar do Brasileiro de Marcas.

Nomes consagrados do automobilismo brasileiro e internacional como Rubens Barrichello, Vitor Meira, Nonô Figueiredo e vários outros, além da presença das maiores montadoras do país como Ford, Renault, Honda, Chevrolet e Toyota, formam uma receita de sucesso.

Na última semana, dois pilotos tiveram a oportunidade de experimentar da sensação de pilotar um carro da Copa Petrobras de Marcas. A iniciativa foi incentivada pela Vicar, promotora do evento, e viabilizada por Nonô Figueiredo, da Onze Motorsports.

"Precisamos apresentar a categoria para outros pilotos, porque quem não conhece de perto precisa experimentar o equipamento para ter uma avaliação mais aproximada. Os pilotos gostaram bastante. Eles ficaram encantados com a potência, o barulho e o equilíbrio do carro. Foi um treino que não focou em desempenho, mas foi muito proveitoso, 100% além do que eu imaginava", destacou Nonô, que disponibilizou sua estrutura e carro para a experiência.

Marcio Basso e Jorge Mortara guiaram o Ford Focus de competição pelo traçado do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA), localizado em Piracicaba, no interior de São Paulo. O treino não teve caráter de performance, e sim proporcionar uma primeira experiência para pilotos interessados na categoria.

"O circuito é mais curto, mas foi perfeito para a sessão principalmente em termos de logística. Fizemos uma revisão básica no carro, com foco maior nos itens de segurança. Tudo isso com o aval da Vicar e da JL, pois trata-se de um benefício para toda a categoria e uma oportunidade para que novos pilotos conheçam e considerem a possibilidade de correr no Brasileiro de Marcas, seja por qual equipe for. Queremos um grid cheio", diz.

Marcio Basso está em seu primeiro ano de automobilismo, mas já acumulou boas "horas de voo" competindo no Mercedes-Benz Challenge (categoria C 250 Cup) e na Porsche Cup. "Vendo de longe eu achava complicado pelo câmbio sequencial e tração dianteira, porque os carros que corro têm acionamento pelo paddleshift (atrás do volante) e tração traseira. Mas eu tinha muita curiosidade sobre a Copa Petrobras de Marcas, porque acompanho bastante. Depois que guiei o carro, achei excelente, pois eu nutria uma expectativa um pouco reservada, mas o carro é fantástico, fácil de guiar, rápido. Adorei. Este treino foi bastante importante e me abriu muito a cabeça em relação ao equipamento", elogiou o piloto de 42 anos.

"Por ter fabricantes envolvidas, estar dentro de um grande evento, fora o fato de que no Marcas só tem piloto ‘faixa preta’, eu acho a categoria até mais legal do que a Stock Car. Será um prazer estar neste evento no ano que vem", disse o competidor da cidade de Ribeirão Preto (SP).

Com sobrenome de piloto do DTM, Jorge Mortara acumula experiência no kart e em categorias menores do turismo, e também disse que o equipamento lhe causou boa impressão. "O propósito era ter essa primeira experiência, e foi bastante positivo - e só me deixou mais decidido a correr na temporada 2016 do Marcas", disse.

Embora, segundo ele, ainda haja outros fatores a se considerar, como captação de patrocínios e negociação com equipes. "Mas o primeiro contato ajudou muito na minha decisão. É um carro muito estável e que traz uma sensação de segurança muito grande - o que leva o piloto a testar o limite em um nível cada vez mais alto", diz o sorocabano de 31 anos, que tem inclusive viajado às provas acompanhando a Onze Motorsports.

"As corridas são sempre muito disputadas, e o nível dos pilotos traz uma mescla interessantíssima de gente super calibrada, do nível de Rubens Barrichello, Nonô Figueiredo e Vitor Meira, pilotos muito experientes com carros de turismo e gente que está dando os primeiros passos no automobilismo", apontou.

O evento, segundo Mortara, é outro fator determinante. "Isso a torna muito interessante para ganhar experiência. O evento em si é sensacional, com tantas categorias juntas - inclusive a Stock Car -, o que só contribui para a evolução e o crescimento da Copa Petrobras de Marcas", conclui.

Nonô Figueiredo deverá repetir a experiência com mais pilotos até o final do mês de novembro em Piracicaba (SP).

A Copa Petrobras de Marcas tem organização e realização da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). O patrocínio máster é da Petrobras, com patrocínio da Pirelli. As montadoras são Toyota, Honda, Chevrolet, Ford e Renault.

 

Atletas olímpicos do Time Petrobras disputam prova de kart

Atletas olímpicos do Time Petrobras disputam prova de kart na final da Seletiva em São Paulo

Doze atletas do Time Petrobras participarão do evento, que acontecerá na final da 17ª edição da Seletiva de Kart Petrobras

A final da 17ª edição da Seletiva de Kart Petrobras, dia 4 de novembro, no kartódromo Granja Viana, em São Paulo, terá a presença especial de 12 atletas do Time Petrobras que participarão de uma corrida especial com pilotos da Stock Car, GP2, F-3, ex-campeões da competição.

 Entre os convidados estão Flávia Figueiredo (boxe), Karina Lakerbai (esgrima), Yane Marques (pentatlo moderno), Larissa e Talita (vôlei de praia), Gabriel Moraes (remo), Mayra Aguiar (judô), Serginho (vôlei), Marcus Vinícius D´Almeida (tiro com arco) e Ângelo Assumpção (ginástica artística). O atleta paralímpico Daniel Dias (natação) também está confirmado.

 Para acelerar com estas estrelas, a organização da Seletiva de Kart Petrobras convidou outras feras das pistas: Max Wilson (campeão da Stock Car), Ricardo Maurício (bicampeão da Stock Car), Lucas Foresti (Stock Car), Rafael Suzuki (piloto da Stock Car e campeão da Seletiva em 2007), Tuka Rocha (Stock Car), Felipe Giaffone (Fórmula Truck), João Vieira (campeão da Seletiva em 2012), Pietro Rimbano (campeão da Seletiva em 2014), André Negrão (GP2) e Vitor Baptista (líder da Euro Formula Open).

 Enquanto os atletas olímpicos e pilotos participam da ação, os 12 kartistas finalistas da Seletiva de Kart Petrobras 2015 estarão na briga pelo maior prêmio da modalidade no país. A programação da final começa no dia anterior (terça, dia 3/11).

 Os pilotos que disputam o título da competição são: o gaúcho Bruno Bertoncello, o carioca Zaiya Fontana, os paulistas Gabriel Sereia, Gaetano di Mauro, Murilo della Coletta, Luiz Matheus, Juan Vieira e Vinícius Papareli, os goianos Luiz Branquinho e João Rosate, o paraibano Sérgio Crispim e o amazonense Gabriel Silva.

 Com idade entre 15 e 18 anos, eles foram selecionados ao longo da temporada dentro os principais campeonatos regionais e nacionais do Brasil. Três pilotos serão premiados na final. O campeão receberá uma premiação em dinheiro e, ao lado dos outros dois vencedores, participará de um programa de orientação, que inclui teste com a equipe Koiranen GP de Fórmula Renault na Europa, treino em simulador de Fórmula 1, participação no Mitsubishi Racing Experience no Brasil, entre outros.

 Petrobras e o esporte
 A Petrobras apoia, desde 2011, o boxe, a esgrima, o levantamento de peso, o remo e o taekwondo, e, desde 2013, patrocina o judô brasileiro. Em julho a empresa anunciou a formação do Time Petrobras, composto por um grupo de atletas de 15 diferentes modalidades, incluindo, ainda, representantes das seis modalidades que já contavam com patrocínio. O objetivo é a busca por resultados nas competições.

 A Petrobras sempre foi parceira do esporte brasileiro incentivando e desenvolvendo a prática em suas diversas manifestações. Atualmente patrocina o esporte por meio do Time Petrobras e do Programa Petrobras Esporte Motor, que usa as competições como laboratórios para seus produtos. Mais informações sobre o Time Petrobras na página: www.timepetrobras.com.br.

 Prova de Kart - Time Petrobras
 Quando: 4 de novembro (quarta-feira), às 12h
 Onde: Kartódromo Granja Viana - R. Tomás Sepé, 443 - Jardim da Gloria, Cotia (SP)

Seletiva de Kart Petrobras - Criada em 1999, com o patrocínio da Petrobras e Petrobras Distribuidora, a Seletiva foi composta por quatro etapas classificatórias em 2015, realizadas dentro dos principais campeonatos regionais do país. Doze pilotos foram selecionados para a grande final, onde competirão em condições de igualdade. Participam do torneio kartistas entre 15 e 18 anos. Desde 2012, ex-campeões não podem defender seus títulos. Em média, aproximadamente 110 pilotos tentam a vaga na final da Seletiva por ano e, em 16 anos, quase 200 já estiveram disputando a final.

 Considerada uma referência entre os kartistas do Brasil, a Seletiva de Kart Petrobras é reconhecida (desde 2001) como evento oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Comissão Nacional de Kart (CNK).

 Além da maior premiação em dinheiro do kartismo nacional, a Seletiva de Kart Petrobras contemplará três competidores com a participação em um programa de orientação de pilotos, que inclui um teste com simulador de F-1 na Europa, um teste com uma equipe do automobilismo de base europeu, com a orientação de um coach, acompanhamento físico e psicológico, experiência com carros de turismo no Brasil, palestra sobre marketing e media training. A premiação total - somando todas as ações - chega a 250 mil reais. O campeão receberá 64 mil reais em dinheiro.

 Os finalistas disputam o título com chassis fornecidos pela fabricante Bravar.

 Classificados 2015:
 Bruno Bertoncello (RS)
 Zaiya Fontana (RJ)
 Gaetano Di Mauro (SP)
 Murilo della Coletta (SP)
 Luiz Matheus (SP)
 Luiz Branquinho (GO)
 Gabriel Sereia (SP)
 Sérgio Crispim (PB)
 João Rosate (GO)
 Vinícius Papareli (SP)
 Gabriel Silva (AM)
 Juan Vieira (SP)

 

Suzuki Track Day chega a sua última etapa

 

Suzuki Track Day chega a sua última etapa em dia repleto de atrações no Autódromo Velo Città

Além da prova de regularidade, evento também contará com baterias contra o relógio e curso Jimny Off Road no dia 7/11
 
Muitas atrações estarão presentes na terceira e última etapa de 2015 do Suzuki Track Day, que será realizado no dia 7 de novembro, no Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP). Para deixar o dia ainda mais emocionante, a Suzuki fez uma parceria com a Crazy for Auto, empresa especializada em organizar eventos recreativos na pista.
 No sábado, além da prova de regularidade, estará também na programação o Time Attack, um desafio contra o relógio para proprietários do Swift Sport, o esportivo da marca da japonesa, e também para outros esportivos com duas baterias de duas horas cada, onde vence quem fizer o menor tempo de volta.
 "Nosso objetivo em unir os eventos é atrair apaixonados por automobilismo para conhecer o mundo Suzuki e oferecer aos clientes de Swift Sport novas modalidades", destaca Vanessa Massaro, gerente de marketing da Suzuki.
 Para o organizador da Crazy for Auto José Santiago, a parceria com a Suzuki vai tornar os eventos ainda mais atraentes. "Esse é um mercado conhecido na Europa e Estados Unidos desde a década de 70 e que está em ascensão no Brasil. Afinal, lugar de acelerar é na pista, com toda infraestrutura e segurança", explica Santiago. "Essa parceria com a Suzuki vai trazer uma sinergia entre os apaixonados por carros esportivos e engrandecer ainda mais o evento", completa.
 O evento ainda contará com a presença de grandes nomes do automobilismo nacional, como Luiz Razia, Wilson Fittipaldi Jr. e Chico Serra. Eles estarão à disposição para dar dicas e explicar técnicas de pilotagem para os participantes.
 Além do evento no asfalto, os apaixonados por off road também poderão aproveitar o dia de diversão. Para os proprietários do Jimny, o 4x4 compacto da marca, será realizada a terceira edição do curso off road. Haverá também drive test com os modelos: S-Cross, o crossover mais novo lançamento da marca; o esportivo Swift Sport e o SUV compacto Jimny.
Track Day
 O Suzuki Track Day é uma prova de regularidade na qual os proprietários dos modelos Grand Vitara, SX4, Swift Sport e S-Cross, disputam duas baterias com duração de 40 minutos cada. Para vencer, é preciso percorrer cada trecho do circuito no tempo e velocidade mais próximos ao que for estipulado na planilha de navegação. A prova pode ser feita individualmente ou em dupla (piloto e navegador) e para a classificação é considerado o menor número de pontos perdidos na soma das cinco melhores voltas. Os cinco primeiros colocados na classificação geral do Suzuki Track Day sobem ao pódio para receber troféus e prêmios.
Curso Jimny Off Road
 A Suzuki irá realizar o curso off road, destinado a proprietários de Jimny. O curso, que compreende aula teórica e prática, é ministrado por profissionais da Suzuki e dura o dia todo. Após a aula teórica, os alunos seguem para uma pista com vários tipos de obstáculos para por em prática o que aprenderam na teoria.

Imprensa Suzuki Veículos
 

Prati-Donaduzzi deixa Stock Car no fim de 2015

Patrocinador da Mico’s Racing se despede da categoria em Interlagos
 
TOLEDO - A Prati-Donaduzzi, patrocinadora da Mico’s Racing e dos pilotos Júlio Campos e Antonio Pizzonia, deixará a Stock Car no fim da atual temporada da Stock Car. A decisão de encerrar o vínculo com a principal categoria do automobilismo brasileiro foi tomada pela direção da fabricante de medicamentos sediada em Toledo (PR) após uma revisão de seus investimentos em marketing num cenário de incertezas que o país atravessa.
A Prati-Donaduzzi deixa a Stock Car com conquistas expressivas desde a estreia em 2012. Venceu quatro corridas, obteve quatro poles e quatro melhores voltas. Em Tarumã, no ano passado, se tornou a primeira equipe a vencer ambas as provas dentro do sistema de rodada dupla implantado naquele campeonato e atualmente em vigor. Foi também a primeira a levar um piloto duas vezes ao pódio no mesmo domingo, feito registrado por Campos no Velopark em 2014.
Nesta oportunidade, a Prati-Donaduzzi agradece ao time comandado por Juan Carlos "Mico" Lopez e aos pilotos Júlio Campos, Antonio Pizzonia, Rodrigo Sperafico, Ricardo Sperafico, Bruno Senna, Nicolas Prost e Fábio Carbone (os três últimos integrantes da equipe na Corrida dos Convidados) por toda a dedicação à equipe dos carros roxos, bem como à Vicar - promotora da categoria - pela cooperação e apoio com que sempre contou ao longo destes anos.
 Márcio Fonseca

Daniel Paludo é o mais veloz na Porsche GT3 Challenge, à frente de Cristiano Piquet e de JP Mauro

Estreante, Geraldo Piquet evolui ao longo do dia, termina com o sétimo tempo e sai encantado com o autódromo e o carro

O melhor tempo dos treinos da Porsche GT3 Challenge nesta sexta-feira reafirmou a competência dos engenheiros e mecânicos da categoria, que festejou seu décimo aniversário na véspera. Após um forte choque contra a barreira de pneus na curva 0 na quinta-feira, Daniel Paludo recorreu ao carro reserva e fez o melhor tempo do dia com um equipamento que não tinha utilização prevista nesta etapa.

"Foi legal. Amanhã é outro dia, mas hoje foi fundamental porque tivemos um incidente muito forte ontem. Então voltar hoje e continuar competitivo é bem legal. Fizemos testes depois da batida e encontramos soluções para o carro seguir rápido. Agradeço ao pessoal que trabalhou com muita garra para me colocar em condições de competir hoje", disse o piloto gaúcho, destacando que mesmo seu carro "titular" foi recuperado e apresentava condição de competir, tanto que também o levou para a pista na sexta.

Além de destacar a equalização dos carros da categoria, Paludo creditou à experiência que teve nesta e em outras categorias no técnico circuito de Mogi Guaçu.

A segunda melhor marca desta sexta-feira foi de Cristiano Piquet, que retornou muito contente à categoria nesta etapa. "Vim totalmente sem expectativa depois de três anos sem andar, só trabalhando muito nos Estados Unidos. Estou muito feliz em conseguir andar junto com a turma depois de três anos", afirmou o piloto do carro #8, que almeja um pódio na jornada de sábado.

O terceiro tempo do dia ficou com o líder da Porsche GT3 Challenge, JP Mauro, que faz apenas sua terceira participação na categoria e nunca havia andado no Velo Città.

"Foi muito bom. Consegui me adaptar rápido à pista", resumiu o dono do carro #27, que ao lado do piloto convidado Geraldo Piquet tem o carro mais pesado do grid, com 50 kg de lastro. "Na pilotagem não dá para sentir, mas é uma pista bem travada e com subidas, cenário que demanda torque. Então tenho certeza que o carro está sofrendo um pouco com o lastro. Não imaginava que ia estar em terceiro. Queria estar em algum lugar entre os cinco e vamos tentar manter amanhã na classificação."

O filho mais velho do tricampeão mundial de F1 mostrou evolução ao longo do dia todo. Entre seu giro mais rápido na primeira sessão de treinos e seu melhor tempo no último treino da tarde, Geraldo baixou espantosos 4s5. Ele encerrou a sexta-feira com a sétima melhor marca da classe Challenge.

"Eu me diverti igual um menino. Foi muito legal!", disse o piloto do carro #3. "Agora falando de performance: não consegui andar muito no primeiro treino por causa de uma pane, completando só três voltas. Depois dos reparos o Max Wilson (piloto consultor da categoria) deu algumas voltas no carro e virou um temporal, o que foi positivo para me dar referências. O carro é fantástico, um verdadeiro carro de corrida com pneu slick e câmbio sequencial. Saí suado, o que não acontecia em muito tempo. Agora quero melhorar mais ainda", acrescentou o piloto que tem 10 vitórias e dois vice-campeonatos na Fórmula Truck.

A exemplo de seu irmão Pedro, piloto convidado na classe Cup, o filho mais velho do tricampeão mundial fez questão de elogiar a estrutura do Velo Città. "É uma pista fantástica. Está de parabéns seu criador. Estou muito empolgado. Foi um dia muito, muito legal", afirmou Geraldo, que não competia com um carro de corrida desde 2008.

Na Challenge Sport, Rodofo "The Tonny" detonou e ficou com o melhor tempo do dia, à frente do líder Rodrigo Mello e de Daniel Corrêa.

A programação da Porsche GT 3 Challenge neste sábado determina a tomada de tempo às 9h manhã, com as duas corridas a seguir. O portal Terra exibe ao vivo na internet. O evento será transmitido também em VT, tanto na Band quanto no Sportv.

Porsche GT3 Challenge - Etapa 2 - Melhores tempos de sexta:
1. Daniel Paludo 1min33s285
2. Cristiano Piquet 1min33s364
3. JP Mauro 1min33s377
4. The Tonny 1min33s409
5. Rodrigo Mello 1min33s853
6. Elias Azevedo 1min33s954
7. Geraldo Piquet 1min34s158
8. Daniel Corrêa 1min34s415
9. Eduardo 1min34s456
10. Fabio Alves 1min34s480
11. Tom Filho 1min35s186
12. Vitor Scheid 1min35s333
13. Marcello Sarcinella 1min35s474
14. Ramon Alcaraz 1min35s673
15. Marcio Mauro 1min37s481

Porsche GT3 Challenge - Lastro - Etapa 2
JP Mauro e Geraldo Piquet 50 kg
Elias Azevedo 45 kg
Fábio Alves 40 kg
Daniel Paludo 35 kg
Marcio Mauro 30 kg
Tom Filho, Daniel Corrêa e Rodrigo Mello 25 kg
Marcello Sarcinella e Ramon Alcaraz 15 kg

Programação - Etapa 2:
Sábado, 18 de abril:
9h - 9h10 - Treino Classificatório Grupo A - Challenge
9h20 - 9h30 - Treino Classificatório Grupo B - Challenge
10h - 10h40 - Corrida 1 (25 min + 1 volta) Grupo B - Challenge
10h55 - 11h35 - Corrida 1 (25 min + 1 volta) - Cup
11h50 - 12h30 - Corrida 2 (25 min + 1 volta) Grupo A - Challenge
12h45 - 13h25 - Corrida 2 (25 min + 1 volta) - Cup
13h35 - 14h05 - Porsche Experience
14h15 - 14h45 - Treino livre 1 - Time Attack
15h15 - 15h45 - Treino livre 2 - Time Attack
16h15 - 16h45 - Time Attack

Porsche GT3 Challenge - Classificação
1. JP Mauro 40 pontos
2. Elias Azevedo 36
3. Fábio Alves 28
4. Daniel Paludo 25
5. Marcio Mauro 20
6. Tom Filho 19
Daniel Corrêa 19
8. Kreis Jr 14
Marcello Sarcinella 14
Ramon Alcaraz 14
11. Rodrigo Mello 10
12. Vitor Scheid 6

Porsche GT3 Challenge Sport - Classificação
1. Rodrigo Mello 10 pontos
Tom Filho 10
3. Marcio Mauro 8
Daniel Corrêa 8
5. Marcello Sarcinella 5
6. Ramon Alcaraz 4
7. Vitor Scheid 0

Calendário - Porsche GT3 Cup Challenge
18.abr - Velo Città
23.mai - Interlagos
27.jun - Velo Città
8.ago - Interlagos
19.set - Goiânia
24.out - Curitiba
15.nov - Interlagos
28.nov - Interlagos


CONTATO
Luís Ferrari

Pesquisar