Ricardo Maurício é campeão na vitória de Bragantini

Mesmo com problemas, ele levou o carro até o final da corrida. Ricardo Zonta ficou em segundo na prova e foi vice-campeão da Copa Petrobras de Marcas. Toyota ganha entre as montadoras.

André Bragantini venceu pela quarta vez na temporada da Copa Petrobras de Marcas. Na tarde deste domingo, no Autódromo de Curitiba, o piloto do Honda Civic encerrou 2012 com mais um primeiro lugar, novamente na capital paranaense. A segunda colocação na corrida ficou nas mãos de Ricardo Zonta, que se sagrou vice-campeão da categoria. Para chegar ao título, Zonta precisava vencer e torcer para Ricardo Maurício e Denis Navarro não pontuarem. Não deu, pois além de ele não ganhar, Ricardinho ficou em 11º lugar, fez 10 pontos e se sagrou campeão da segunda temporada da Copa Petrobras de Marcas. Denis Navarro teve problemas no câmbio e abandonou.

 

``Em corrida tudo pode acontecer, como comigo, que logo na largada meu motor começou a falhar e perdi potência. Sei que não venci durante o ano todo, mas me mantive entre os primeiros e tive três abandonos, além do problema desta etapa, quando me arrastei na pista. A Full Time fez um excelente trabalho, o Maurício Ferreira (chefe da equipe) acreditou em mim e me ajudou a levar o Honda Civic ao título e conquistar meu terceiro título brasileiro``, disse Ricardinho numa referência à Fórmula Ford, em 1995, e à Copa Caixa Stock Car em 2008. 

 

No entanto, as emoções não param na carreira desse piloto vitorioso, pois Ricardo Maurício está entre os que têm chance de conquistar o título da Copa Caixa Stock Car e obter sua segunda vitória na Corrida do Milhão Goodyear, já no próximo final de semana em Interlagos.

 

A novidade na última etapa da Copa Petrobras de Marcas foi o retorno de Marcos Gomes, que terminou em terceiro lugar. Punido com dois anos de suspensão depois de ter sido flagrado no exame antidoping, Marquinhos teve a pena reduzida de dois anos para seis meses pelo Tribunal da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

 

Resultado da 16ª e última etapa da temporada da Copa Petrobras de Marcas

 

1) André Bragantini (Honda Civic), 31min44s116, média de 146,70 km/h

2) Ricardo Zonta (Toyota Corolla XRS), 1s738

3) Marcos Gomes (Chevrolet Cruze), a 9s834

4) Felipe Gama (Honda Civic), a 10s085

5) Vitor Meira (Ford Focus), a 10s593

6) Vicente Orige (Chevrolet Cruze), a 11s344

7) Diego Nunes (Toyota Corolla XRS), a 11s794

8) Fábio Fogaça (Mitsubishi Lancer GT), a 11s827

9) Felipe Maluhy (Mitsubishi Lancer GT), a 32s900

10) Carlos Padovan (Mitsubishi Lancer GT), a 47s460

11) Ricardo Maurício (Honda Civic), a 59s661

12) Serafin Jr. (Ford Focus), a 1min04s395

13) Marcelo Lins (Ford Focus), a 1 volta

14) Pedro Nunes (Honda Civic), a 17 voltas

15) Fábio Carbone (Mitsubishi Lancer GT), a 18 voltas

16) Denis Navarro (Toyota Corolla), a 21 voltas

17) Claudio Capparelli (Chevrolet Cruze), a 21 voltas

18) Thiago Marques (Toyota Corolla XRS), a 21 voltas

19) Galid/Lapenna (Chevrolet Cruze), a 21 voltas

 

Os dez primeiros no campeonato de pilotos

1) Ricardo Maurício (Honda Civic), 232 pontos

2) Ricardo Zonta (Toyota Corolla XRS), 213

3) Denis Navarro (Toyota Corolla XRS), 201

4) Diego Nunes (Toyota Corolla XRS), 192

5) André Bragantini (Honda Civic), 191

6) Felipe Maluhy (Mitsubishi Lancer GT), 154

7) Thiago Marques (Toyota Corolla XRS), 145

8) Fábio Fogaça (Mitsubishi Lancer GT), 144

9) Vitor Meira (Ford Focus), 128

10) Juliano Moro (Honda Civic), 116

 

Campeonato de Marcas

1) Toyota, 559

2) Honda, 541

3) Mitsubishi, 338

4) Chevrolet, 286

5) Ford, 238

 

Campeonato de equipes

1) Full Time (Honda), 422

2) Bassani Racing (Toyota), 383

3) RZ Competições (Toyota), 358

4) Officer ProGP (Mitsubishi), 291

5) JLM Racing (Honda), 273

6) Carlos Alves Competições (Chevrolet), 220

7) Amir Nasr Racing (Ford), 216

8) Serra Motorsport (Mitsubishi), 152

9) J. Star Racing (Chevrolet), 98

10) Bassan Motorsport (Ford), 74

 

Marcas: Ricardo Zonta é o vice-campeão

Ex-F1 faz duas corridas sensacionais em "casa" e Toyota RZ acaba a temporada como a equipe que mais venceu

Ricardo Zonta e a equipe Toyota RZ encerraram a temporada de estreia na Copa Petrobras de Marcas com saldo mais que positivo. Nas duas etapas de encerramento em sua "casa" em Curitiba, o ex-F1 prometia ir para o tudo ou nada, já que ocupava a sétima colocação na tabela de classificação e como promessa é dívida fez corridas sensacionais e foi destaque das duas provas, vencendo a primeira e chegando na segunda posição na segunda corrida, o que valeu a conquista do vice-campeonato da categoria.

 

"Estou muito feliz com a nossa estreia no campeonato, alcançamos o maior número de vitórias no ano e a cada etapa evoluímos, pois o Corolla XRS era um carro totalmente novo para nós, inclusive para mim que nunca tinha guiado um carro de tração dianteira. Chegar aqui na sétima colocação e conquistar o vice-campeonato foi um grande resultado. Encerramos esse ano com a sensação de missão cumprida", disse o experiente Zonta líder da Toyota RZ.

 

O sucesso da equipe, que defende as cores da Toyota, não parou por aí, no campeonato dos construtores a montadora japonesa conquistou o título. "Esse era o nosso grande objetivo e foi cumprido levarmos a Toyota ao lugar mais alto do pódio entre as marcas", destacou o piloto que já defendeu as cores da montadora na F1 e é o principal garoto propaganda da marca no automobilismo brasileiro.

 

O também paranaense Thiago Marques, dono do Corolla XRS #1 vencedor de três corridas da temporada enfrentou problemas na primeira corrida e não conseguiu correr a segunda. "Apesar de nessa etapa não ter conquistado bons resultados. Foi um ano de muito bom tanto para mim quanto para a equipe, é meu segundo ano na categoria e nas duas temporadas eu disputei o título. Esse ano tive grandes resultados e isso foi como uma vitória para mim".

 

Classificação final do campeonato:

1. Ricardo Maurício - Honda

2. Ricardo Zonta - Toyota Corolla XRS

3. Denis Navarro - Toyota Corolla XRS

4. Diego Nunes - Toyota Corolla XRS

5. André Bragantini - Honda

6. Felipe Maluhy - Mitsubishi

7. Thiago Marques - Toyota Corolla XRS

8. Fábio Fogaça - Mitsubishi

9. Vitor Meira - Focus

10. Juliano Moro - Honda 

SANTA CRUZ DO SUL DEFINIU CAMPEÕES DO RALLY 4X4 - 2012

Grande final do Gaúcho de Regularidade aconteceu no último sábado

A cidade de Santa Cruz do Sul recebeu no sábado, 1o de dezembro, a

grande final do campeonato Gaúcho de Rally de Regularidade 4x4. A

prova foi a mais curta da temporada, cerca de 90 km, mas não faltaram

emoções.

 

A dupla Fábio Torcato e Alexandre Rech (Pajero - Viamão/Caxias do Sul)

sagraram-se Campeões na categoria Graduados e a dupla José Neumann e

Robson Roloff (Pajero - Nova Petrópolis) são os Campeões na categoria

Turismo (fotos).

 

A categoria Graduados na etapa de Santa Cruz acabou com a vitória da

dupla Pelotense Aurélio Bilhalva e Fábio Bilhalva (Pajero - Pelotas),

subindo pela primeira vez no topo mais alto do pódio. Na Turismo

venceram a dupla Mauro Pizzolatto e Henrique Rech (Pajero - Porto

Alegre) também estreando no lugar mais alto do pódio.

 

Mais de 200 brinquedos foram distribuídos as crianças da APAE,

instituição beneficiada na etapa.

 

As 16 h foi entregue os troféus da etapa no bar Abba em Santa Cruz.

 

 

 

A etapa de Santa Cruz terminou assim:

 

Categoria Graduados

 

1º - Aurélio Bilhalva / Fabio Bilhalva – 536 p.p.

 

2º - Fabio Torcato / Alexandre Rech – 603 p.p.

 

3º - Carlos Deppe / Alex Arend – 2000 p.p.

 

4º - Rogério Koch / Tiago Poisl – 4771 p.p.

 

 

 

Categoria Turismo

 

1º - Mauro Pizzolatto / Henrique Rech - 1106 p.p.

 

2º - Jose Neumann / Robson Roloff – 1343 p.p.

 

3º - Mauro Alves / Raphael Flores – 1800 p.p.

 

4º - Vinicius da Silva / Marco Cardoso – 2036 p.p.

 

5º - Erik Desbesel / Dari Desbesel – 30609 p.p.

 

 

 

Campeões da temporada 2012 – Rally 4x4

 

Categoria Graduados

 

1º -. Fabio Torcato / Alexandre Rech – 46 p

 

2º - Rogerio Koch / Tiago Poisl – 44 p.

 

3º - Carlos Deppe / Alex Arend – 39 p.

 

4º - Aurélio Bilhalva / Fabio Bilhalva – 34 p.

 

5° - Vladimir Kuse / Ronie Weber – 30 p.

 

 

 

Categoria Turismo

 

1º -.Jose Neumann / Robson Roloff – 46 p.

 

2º -. Mauro Alves / Raphael Flores – 39 p.

 

3º -. Vinicius da Silva / Marco Cardoso – 31 p.

 

4º - Marcos Jouglard / André Santos – 26 p.

 

5º - Mauro Pizzolatto / Henrique Rech – 26 p.

 

 

 

Mais informações e fotos no site - www.americasul4x4.com.br

Briga de gigantes entre os favoritos para vitória nas 12 Horas de Tarumã

Prova marcada para o dia 8 de dezembro promete disputas acirradas

Se nas décadas passadas uma prova de 12 horas de duração era decidida apenas pela resistência, a evolução dos carros e equipes mudou esse cenário. Não basta apenas chegar no fim, é preciso ser rápido e constante e segundos podem separar os vencedores na linha de chegada. Foi assim na prova do ano passado quando o protótipo MCR 46, que havia dominado grande parte da corrida, enfrentou problemas no câmbio. Quem faturou o lugar mais alto do pódio, na ocasião, foi o protótipo Tubarão que levou apenas 44 segundos de vantagem sobre o segundo colocado.

 

A equipe de Campo Bom, do Tubarão número 5, vai para pista com o protótipo em um de seus melhores momentos. Na última etapa do Endurance, o carro deu show abrindo larga vantagem na primeira posição. Só o que impediu o trunfo do primeiro lugar, foi a quebra da suspensão que provocou a rodada do protótipo na Curva 1. 

 

- O carro está excelente. Estamos só trabalhando de forma bem intensa para recuperar o que ficou do acidente em Tarumã. Tivemos um prejuízo grande na parte de fibras e agora é uma corrida contra o tempo para deixar tudo em dia - afirmou o projetista e chefe de Equipe Carlos Geison de Andrade, o Né. 

 

O time do MCR 46 não mediu esforços para corrigir o detalhe que impediu a vitória do MCR no ano passado quando restavam poucos minutos para o final e o câmbio do carro quebrou. O preparador Luciano Mottin, foi até a fábrica Hewland, na Inglaterra, em busca de reforço e uma versão atualizada do componente. 

 

- O câmbio é fundamental em uma prova de longa duração. Esse carro já venceu várias edições e a equipe está muito bem estruturada. Vamos trabalhar para brigar pela vitória - afirmou o preparador Luciano Mottin. 

 

Outra atração em Tarumã será o Lamborghini que disputou a temporada 2012 da GT3 e corre pela primeira vez uma prova de 12 Horas de Tarumã. O time será formado por Fernando Poeta, Duda Rosa e Vicente Daudt, novidade da equipe. Além disso, a Maseratti número 111 alinhará com o time formado pelos pilotos Vilson Junior, Jeferson Puhl, Paulo Hudson e Odilon Menezes. 

 

A briga pela vitória na Classe Turismo deve ser intensa. Também da equipe MC Competições, liderada pelo experiente piloto e preparador Carlinhos de Andrade, devem participar o Volvo C30, vencedor no ano passado, e o BMW M3. 

 

Tradicional presença nas provas de 12 Horas, o MCR 99, deve ficar na garagem. A notícia entristece, por um lado, mas vem carregada de outras emoções. O piloto Paulo Hoerlle, que sempre comandou o protótipo 99, estará ao lado de jovens talentos da família Castro. O time será composto por Matheus Castro, Christian Castro, Juliano Moro e Paulo Hoerlle. 

 

- Recebi esse convite com muita emoção. A ideia partiu ainda antes da perda do "Castrinho", falecido recentemente. Temos um carinho imenso pela família. Perdeu o brilho o fato de não estarmos ao lado dele, mas é bonito ver o empenho dos filhos em dar continuidade ao projeto criado por ele - afirmou Paulo Hoerlle.

 

O protótipo foi construído totalmente novo pela equipe Metal Moro. A nova tecnologia de motor deve deixar o carro extremamente competitivo. 

 

A programação das 12 Horas de Tarumã terá como evento preliminar a prova da Copa Classic, na qual carros antigos disputam a vitória na pista. A tradicional prova das 12 Horas de Tarumã está confirmada para o dia 8 de dezembro de 2012. A prova de longa duração é consagrada como uma das mais importantes do Brasil. A organização do evento espera grid cheio com aproximadamente 30 a 40 participantes. 

 

Os ingressos para as 12 Horas de Tarumã custam R$ 20,00 por pessoa. Ingresso para acesso aos boxes custa R$ 50,00.

Festival Brasileiro de Marcas 1600: Gaúchos rumo a Curitiba

Equipe de gaúchos já em formação

O Autódromo de Curitiba recebe entre os dias 01 e 02 de dezembro o Festival Brasileiro de Marcas 1600, destinado representantes dos regionais de Marcas em todo o país, fazendo novamente uma grande final entre os pilotos de todos os estados.

E o time do Rio Grande do Sul, já está sendo formado sendo que os primeiros já retiraram o jogo de rodas que a Federação Gaúcha de Automobilismo está oferencendo para os participantes do estado que irão participar do festival.

Ainda existem duas vagas e os interessados devem entrar em contato urgentemente com a Federação Gaúcha de Automobilismo para reservar a vaga no transporte que levará os 10 carros de Porto Alegre à Curitiba e retirar o jogo de rodas aro 14.

O regulamento desportivo e técnico do Festival Brasileiro de Marcas 1600 está disponível clicando aqui.

 

As informações e reserva de vaga devem ser feitas pelo 51 3224 4808.

 

Dez jogos de rodas aguardam os participantes gaúchos no festival. O modelo é o mesmo que será utilizado na temporada 2013 do Marcas

GT Brasil: Dupla do Pool Racing Team conquista mais um pódio em Campo Grande

Paulo Bonifácio e Sérgio Jimenez melhoram desempenho do "carro jeans" na segunda corrida do fim de semana na capital sul-mato-grossense

Um fim de semana excelente para a equipe Pool Racing Team. A dupla formada por Paulo Bonifácio e Sérgio Jimenez conquistou dois pódios na antepenúltima rodada dupla do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo. Depois da terceira posição na primeira corrida do fim de semana, os pilotos do "carro jeans" comprovaram a boa evolução da Mercedes SLS #22 e conquistaram no autódromo de Campo Grande (MS) a segunda colocação na prova deste domingo (18).

 

"O superaquecimento que tivemos de enfrentar ontem, na primeira corrida, não apareceu hoje. O resultado foi muito bom porque nosso carro não era o mais veloz, mas conseguimos esta segunda posição sendo bem constantes na prova", contou Sérgio Jimenez.

 

Companheiro de equipe de Jimenez, Paulo Bonifácio também celebrou o pódio. "Vamos trabalhar para sermos ainda mais velozes. Ganhamos posições na pista, mas precisamos melhorar para voltarmos a vencer", afirmou Boni.

 

Logo na primeira volta, a Mercedes SLS #22 passou para a quarta posição na pista de Campo Grande. Com Boni a bordo do "carro jeans", a Mercedes pulou para a terceira colocação até o pit stop.

 

Com uma parada perfeita, cravada em dois minutos, a Mercedes SLS #22 passou a ser pilotada por Sérgio Jimenez e voltou na mesma terceira posição. "A equipe foi perfeita no pit para eu assumir o cockpit no lugar do Boni", afirmou Jimenez.

 

Na penúltima volta, a Mercedes SLS #22 passou para a segunda posição e manteve a impressionante média de ter chegado ao pódio em quase todas as etapas que disputou - apenas em Guaporé, a Pool Racing Team não terminou entre os três primeiros.

 

Com os resultados na etapa de Campo Grande a dupla do "carro jeans" está na quinta colocação no campeonato, com 127 pontos. Os líderes são Cleber Faria e Duda Rosa. A próxima etapa será nos dias 1º e 2 de dezembro, em Cascavel.

 

A segunda corrida em Campo Grande terminou assim:

1º) 30 - C.Faria/D.Rosa (MB, SP/RS), 32 voltas em 50:11.519 (média de 134,03 km/h)

2º) 22 - P.Bonifacio/S.Jimenez (MB , SP/SP), a 10.049

3º) 16 - M.Hahn/A.Khodair (LA , SP/SP), a 18.461

4º) 0 - C.Bueno/C.Dahruj (BM , SP/SP), a 21.050

5º) 105 - V.Faria/R.Guerra (MB , SP/SP), a 21.743

6º) 20 - F.Ebrahim/W.Ebrahim (AU , PR/PR), a 22.030

7º) 1 - V.Brito/Constatino Jr (BM , PA/SP), a 35.543

8º) 61 - F.Croce/D.Croce (CO , SP/SP), a 1:21.318

9º) 46 - C.Kray/A.Toso (LA , RS/RS), a 2 voltas

10º) 3 - R.Derani/C.Ricci (FE , SP/RS), a 3 voltas

11º) 8 - E.Oliveira/W.Freire (FE , SP/SP), a 3 voltas

12º) 6 - V.Pinheiro/L.Burti (LO , SP/SP), a 3 voltas

13º) 12 - L.Cordeiro/V.Genz (BM , SP/RS), a 3 voltas

14º) 11 - M.Stumpf/P.Gonçalves (BM , RS/BA), a 3 voltas

15º) 21 - F.Greco/V.Rossete (MA , SP/SP), a 3 voltas

16º) 57 - S.Laganá/A.Hellmeister (AM , SP/SP), a 9 voltas

17º) 15 - F.Tozzo/R.Mascarello (FE , SC/MT), a 17 voltas

William Freire e Duda Oliveira conquistam primeira vitória na temporada

Com ultrapassagem apertada no final, dupla garante resultado positivo em Campo Grande

CAMPO GRANDE, 18 DE NOVEMBRO DE 2012 - Sob sol forte e intenso calor o Autódromo Internacional de Campo Grande recebeu a segunda corrida da sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo. A temperatura no asfalto estava em torno de 60 graus centígrados, mas foram as disputas por posições que ferveram até a última volta. Em grande corrida, William Freire e Duda Oliveira venceram de Ferrari Challenge, seguidos por Leo Burti e Valter Pinheiro de Lotus Evora e Leo Cordeiro e Vitor Genz de BMW M3.

 

William Freire comemorou bastante a vitória, sua primeira na temporada e ao lado de Duda Oliveira. "O carro se comportou muito bem, eu consegui tirar a diferença que as BMW tinham aberto no começo da prova e quando cheguei no Matheus, valeu a força do motor Ferrari no final da reta. Foi bom voltar a vencer, foi a primeira do ano e estávamos batendo na trave faz tempo", disse William.

 

Duda Oliveira conquistou sua primeira vitória na categoria e estava emocionado no pódio. "Hoje foi bom, deu tudo certo. Largamos com tranquilidade para não nos envolvermos em acidentes, seguimos nosso ritmo, a parada de box também foi ótima e tivemos sorte de não ter nenhum problema de sujeira. O William foi muito bem e conseguimos vencer", contou Duda. "Agora estamos na expectativa de Cascavel. Espero que tudo dê certo e posamos fazer outra boa prova, completou.

 

Leonardo Burti esgotou toda sua pilotagem e andou no limite do carro para conseguir ultrapassar as duas BMW na reta final. "Diferente de ontem o meu carro hoje estava muito rápido. Quando cheguei perto das BMW, meu carro aqueceu, a marcha não entrou e acabei passando reto. Fui buscar de novo, passei o Cordeiro e o carro aqueceu de novo e saí da pista. Voltei e quando o William passou o Matheus, acho que eles se enroscaram e na volta as duas BMW estavam brigando. Cheguei rápido e passei os dois na linha de chegada", exclamou Burti.

 

Para Leo Cordeiro o terceiro lugar foi um bom negócio. Agora, ele está apenas sete pontos atrás dos líderes do campeonato, Alan Hellmeister e Sergio Laganá, que terminaram a corrida apenas na sexta colocação. "O Vitor me entregou o carro na liderança, mas eu acabei cometendo um errou e o Matheus me passou. Procurei manter um ritmo forte atrás dele, mas eu vi o Burti chegando e depois que me passou eu poupei pneus. No final eu não sei o que aconteceu. Fui passar o Matheus e acabamos nos tocando e com isso a Lotus nos passou de novo", disse Cordeiro.

 

Vitor Genz largou na ponta e manteve a liderança até a parada nos boxes, mas comentou sobre a parte final. "Eu não consegui abrir o suficiente no meu trecho, por isso o Leo acabou sofrendo a pressão e terminamos em terceiro lugar. Está bom, porque agora conseguimos colocar o Leo na luta direta pelo título. Em Cascavel não vamos sofrer com os problemas de pneus, o asfalto é mais novo, então vamos trabalhar pensando em ganhar o campeonato", contou Genz. Categoria retorna em Cascavel, no Paraná, nos dias 1 e 2 de dezembro.

 

Classificação final da corrida deste domingo:

1º) 8 - E.Oliveira/W.Freire (FE , SP/SP)

2º) 6 - V.Pinheiro/L.Burti (LO , SP/SP)

3º) 12 -L.Cordeiro/V.Genz (BM , SP/RS)

4º) 11 - M.Stumpf/P.Gonçalves (BM , RS/BA)

5º) 21 - F.Greco/V.Rossete (MA , SP/SP)

6º) 57 -S.Laganá/A.Hellmeister (AM , SP/SP)

 

Classificação da GT4

1 - Sérgio Laganá/Alan Hellmeister - Aston Martin Vantage - 164 pontos

2 - Leonardo Cordeiro - BMW M3 - 157

3 - Eduardo Oliveira/William Freire - Ferrari Challenge - 142

4 - Valter Rossete/Fabio Greco - Ferrari F430 Challenge - 135

5 - Matheus Stumpf/Patrick Gonçalves - BMW M3 - 131

6 - Valter Pinheiro/Leo Burti - Lotus Evora - 130

7 - Vitor Genz - BMW M3 - 122

8 - Ricardo Ricca/Cassio H. de Mello - Porsche 997 Cup GT4 - 21

9 - William Starostik - BMW M3 - 20

10 - Marçal Melo/João Gonçalves - Ginetta G50 - 13

Pesquisar